logo e menu_preto.png

Lanceiros Negros

localização

Pinheiro Machado/RS

ano

2006

área construida

-

A proposta para o concurso estruturou-se em 4 níveis de intervenção: regional, local, memorial e monumento. A proposta para intervenção no nível regional se baseou em ações de desenvolvimento econômico, cultural e turístico, visando oferecer uma alternativa sustentável que preserve e valorize a cultura e a paisagem da pampa. Do ponto de vista local, buscou-se estabelecer regramentos para a manutenção dos aspectos naturais e culturais da paisagem da Bacia Visual do Cerro de Porongos. Já a implantação do memorial buscou a intervenção mínima e sutil no Sítio Histórico de Porongos, entendendo-o como um lugar de reflexão e reconhecendo o seu caráter de monumento. Assim, o marco simbólico proposto foi estruturado como um percurso onde as sensações são estimuladas de forma a instigar ao visitante a reflexão e a introspecção, tendo assim a ação pessoal como mais relevante que um monumento tectônico. O sítio foi dividido conceitualmente em duas partes. A primeira que corresponde à área destinada aos eventos que trata dos aspectos cognitivos e cerimoniais e a segunda ao percurso que trata de aspectos emocionais e sensitivos, cada qual com seu respectivo programa e intervenções. Por fim, o monumento histórico aos lanceiros negros, a ser implantado no Parque Farroupilha, na capital do estado, foi concebido em um bloco de granito, extraído de jazidas existentes na região de Porongos, com um grande corte como forma de representar a traição e a quebra de confiança ocorrida quando do massacre de Porongos.


projeto de arquitetura e urbanismo

Arq.Vlademir Roman, Arq. Rodrigo Poltosi, Arq. Betina Endter , Arq. Michel Heberle e Arq. Leandro Degani

status

Concluído (3º Prêmio)